ponto III

03/07/2010

Hoje sonhei que declarava certas imagens, certos textos. Sonhei que presenteava minha carne ao mundo. Hoje sonhei que respondia respostas sem pergunta, e eu era bom morto. Hoje eu fiquei bem no meio deste texto sem fim. Acordado, de pijama. Cobertor e saudade – do ponteiro à cabeceira. E você, como está?

Anúncios